Diretoria da ABCS debate ações políticas em prol da suinocultura brasileira

Instrução Normativa 14 e bem-estar animal também foram alguns dos temas debatidos

Após o lançamento da sexta edição da Semana Nacional da Carne Suína (SNCS), nesta quinta-feira (13), em São Paulo (SP), a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) reuniu-se com as afiliadas estaduais para apresentar a atuação da entidade nacional nas demandas que tangem o elo político institucional da suinocultura. Como destaque, o presidente da entidade, Marcelo Lopes, ponderou a necessidade dos suinocultores debaterem o uso da ractopamina na produção brasileira e os impactos de o Brasil voltar a exportar a proteína suína para Rússia.

“A exportação de carne suína representa aproximadamente 18% do mercado, mas ela é quem tem ditado o valor pago pelo suíno dentro do mercado interno – lei de oferta e da procura. Dessa forma coloco o tema em discussão e acredito na importância de chegarmos a um consenso de forma construtiva”. Lopes comentou, ainda, que a queda nas exportações neste ano só não foi maior porque houve crescimento nos embarques para outros mercados, como Hong Kong e China.

Durante a reunião, cada afiliada ponderou os benefícios da ractopamina e os impactos negativos que ela causa em alguns mercados internacionais. Para a ABCS, o debate mostra o amadurecimento da cadeia. “Ficou claro que os suinocultores estão caminhando para um diálogo democrático e construtivo, pois cada associação se comprometeu em fazer um estudo econômico do impacto financeiro utilizando o produto, além de conversar com as suas bases sobre o tema”, destacou Lopes.

Além da Ractopamina, o diretor técnico da ABCS, Francielmir Machado, tratou dos encaminhamentos da Instrução Normativa 14 e destacou a inviabilidade das exigências de Boas Práticas de Fabricação (BPF) e dos outros artigos do texto para o setor produtivo. Em seguida foi apresentada a Consulta Pública de Bem-Estar Animal, na qual a ABCS propõem uma norma orientativa e não impositiva.

“A Associação está atuando de forma proativa nos dois temas e buscando melhorias para a cadeia como um todo. Os trabalhos da ABCS são desenvolvidos em parceria com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), na tentativa de fortalecer todos os elos da cadeia produtiva”, ponderou Machado.

Ao final do encontro, o presidente Marcelo Lopes destacou a importância do entrosamento do setor para que ABCS atue de forma efetiva e estratégica junto aos órgãos federais. “Representamos a suinocultura brasileira e estamos sempre acompanhamos os entraves e os cenários da produção para assim defendermos políticas púbicas adequadas a produção nacional”.

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas