XVIII SNDS alinha lideranças com conteúdo e ações em comum no 1º dia

Palestras tratarão de inovação, política nacional e marketing no encontro que também lançou o PDS, a Semana Nacional da Carne Suína 2019 e o “Grande Livro”


O XVIII Seminário Nacional de Desenvolvimento da Suinocultura (SNDS) teve ontem seu primeiro dia de evento com a presença de cerca de 300 lideranças da suinocultura no Sheraton Grand Rio Hotel & Resort, no Rio de Janeiro, para abordar o tema “O poder da inovação está em novas maneiras de ver o mundo”.

O tradicional encontro foi aberto pelo presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Suínos (ABCS), Marcelo Lopes, que agradeceu aos apoiadores e patrocinadores do evento e da instituição, como os patrocinadores ouro Agroceres PIC, DB Dan Bred, MSD e Trouw Nutrition,o Sebrae Nacional, o apoio exclusivo do varejo com as bandeiras Extra e Pão de Açúcar e os patrocinadores prata, Elanco e Vaccinar.

"Temos o desafio de alinhar nossa capacidade ao agora. Estamos à frente da quarta maior suinocultura do mundo e a liquidez da nossa atividade depende também deste alinhamento com o consumidor atual. Este compromisso está em nossas mãos", introduziu Marcelo.

O analista da unidade de competitividade do Sebrae Nacional, Gustavo Melo, também teve a palavra e destacou as realizações dos 10 anos de parceria com a ABCS. “A suinocultura é uma cadeia produtiva que é de suma importância para o país. A sua dinâmica com o Sebrae nos 27 estados é de agregar valor para este setor que já tem tantas realizações", diz.

A abertura contou ainda com discursos do secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), José Guilherme Leal, que falou a respeito da reorganização do órgão e das prioridades para a produção de suínos e também do presidente da Frente Parlamentar de Agropecuária, o deputado federal Alceu Moreira, que exaltou a suinocultura brasileira como um setor de referência na produção agropecuária.

Inovação

O painel 1 de palestras, com o tema “Futuro, tendências e inovações: as oportunidades de uma revolução que está em curso”, foi aberto com o CEO da Inova Consulting, Luiz Rasquilha, com a palestra: "Agro Business Inteligente: as agro trends e a indústria 4.0".

O palestrante ressaltou a grande velocidade das mudanças tecnológicas nos últimos 15 anos e mostrou como as pessoas adotaram outro comportamento diante disso. "Temos tudo ao alcance de um clique e isso muda nossas vidas completamente. Em 2022, bateremos 8 bilhões de pessoas e até 100% de conectados. E isso significa que não devemos querer mudar o mercado, mas sim, entendê-lo", sugeriu.

Política

A segunda palestra tratou de política nacional e teve como palestrante o jornalista e sociólogo, William Waack, com o tema “O Brasil Vai dar Certo? – Cenário Político Brasileiro e implicações para o agronegócio”.

Ele considerou a Reforma da Previdência como um avanço, mas frisou não ser o suficiente para o país e, ainda, apontou a necessidade de o governo focar em estabilidade, emprego e renda.

"Acho que não podemos olhar para a realidade atual e sorrir. Sobre o agronegócio, acredito inclusive que há um contexto de criação, até mesmo, de um boicote contra o Brasil. Consumidores ao redor do mundo já estão pressionando para exigir garantias para nossa produção", explicou.

Desenvolvimento

A diretora do GPA, Patrícia Mendes, anunciou também o Plano de Desenvolvimento de Suínos (PDS) que será elaborado pela rede para qualificar toda a cadeia a partir, inclusive, dos produtores nas granjas e outros elos da suinocultura.

"Temos milhões de informações sobre o consumidor brasileiro em 19 estados e centenas de lojas físicas do Pão de Açúcar e Extra. Por isso, lançamos o PDS que é um conjunto de ações integradas para efetivar a fidelização à carne suína e gerar um grande marco no agronegócio brasileiro", revelou.

Marketing

O primeiro painel seguiu com a apresentação “Consumidor: conheça-me ou devoro-te”, do especialista em neuromarketing Fernando Kimura. Ele argumentou que nossas escolhas vão muito além do entendimento racional e o melhor marketing é aquele que mobiliza também a emoção dos clientes.

"Somos o que compramos ou consumimos. Nós escolhemos por fatores entre razão e emoção e muitas vezes essa emoção vem por meio de valores inconscientes. Marcas vendem dados e informação, mas o consumidor é convencido por mais que isso", aponta.

Grande livro da Carne Suína

Em seguida, Marcelo Lopes, presidente da ABCS, lançou “O Grande Livro da Carne Suína”, que tem participação de chefes e restaurantes renomados de todo o país com objetivo de ressaltar a qualidade, a versatilidade e o potencial do produto.

O público de quase 300 lideranças do setor também fechou o primeiro dia de palestras com o tradicional grito: “Escolha mais carne suína!”. O segundo dia do XVIII SNDS ocorre hoje com palestras do engenheiro agrônomo, Alexandre Mendonça de Barros, do médico veterinário, Maurício Dutra e do consultor em cultura organizacional, Nélio Bilate.

Fonte: ABCS

Setor de Indústrias Gráficas (SIG), Quadra 01 – Ed. Barão do Rio Branco, sala 118 | CEP: 70.610-410 | Brasília - DF
Telefone: (61) 3030-3200
Design: Conectando Pessoas